Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TROVAS-22

O coqueiro que dá sombra
está encantado na memória
porque acolhe na penumbra
um casal com muita estória.

Em qualquer parte há coqueiro
é bom plantar que se tem;
o coco vai ao doceiro
mas antes a água me vem.

O adultério na mulher
certamente já encontrou
firmeza no seu viver
que a sociedade negou.

O vento ruge zunindo
as folhas da casuarina;
deixando sorriso fino
nos lábios de uma menina.

Olimpíada universal
tradição primaveril;
esporte, herói, sucursal
que reúne desejos mil.

A botija é lenda real
tesouro plantado ao chão;
há quem diga ser normal
desencanta-la antemão.

Padre Cícero Romão
bom romeiro do Ceará
protege o pobre que não
tem mais pra quem apelar.

Meu São Francisco das Chagas
do Canindé, no ceará
caminhai por estas plagas
fazei o inverno chegar.

O homem ultrapassou
os limites do poder;
exasperado empacou
num feroz envaidecer
Zecar
Enviado por Zecar em 19/05/2005
Código do texto: T17888
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
249 textos (20144 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 15:54)
Zecar