Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fundo de Água

onde fui ontem?

pescar no rio d'águas,
com peixes abundantes e ágeis.

andei por ai, igual andarilho,
sem muito tempo pra pensar.

fui de lado
e de frente:
dava dor
ficar
parado!

persegui ruas e
avenidas mal
iluminadas.

tive saudades da
minha terra.
onde nasci
com facilidade.

onde tive pai
e mãe,
mas, hoje,
todos feridos
de morte.

também
avós
e primos.

um montão
de gente que
sempre me
chavama de
meu querido.

não encontrei ninguém,
aparentemente vivo.

hoje sentei um pouco
com velhos e antigos,
antigos amigos.

hoje,amigos de
raspão.

e, de repente,
ao me
sentar e golear
o primeiro álcool,
mergulhei de braços
na mais incrível
solidão .

solidão forte,
feita por homens.

e comprendi
que estava no
fundo poço:

não mais
havia nada
para sufocar
minha alma.

só não
podia,
- e vocês entendem -,
mais ninguém
por
amar,
e ninguém mais
por chorar !

José Kappel
Enviado por José Kappel em 21/06/2006
Código do texto: T179509
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26781 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:30)
José Kappel