Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

pássaro preto


 
Doer-me-às sempre. Em qualquer pálpebra.
Em qualquer palavra, em toda a sede, em todo o meu amor que fizer.
Serás, assim tão pouco meu, tu tanta falta serás sempre.
 
Agora, no Verão que aí vem,
haverá sempre um pássaro preto voando esplêndido
 no azul do céu.
 
Será fácil amar-te assim muito.
Mas será tanta pena ser esse voo no alto do céu,
 onde não posso chegar..
 
Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 21/06/2006
Código do texto: T179749
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:35)
Constantino Mendes Alves