Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O JARDINEIRO E AS ONDAS

Somente dentro das noites
Feitas do mais puro silêncio
(recendendo a cristal virgem)
É que se colhem estrelas

Espalharei delas por aí
Nos céus de tanta gente
E antes de amanhecer
Já deveras fatigado
Repousarei à beira-mar
Cúmplice das ondas e sua eterna
[solidão

Pobres e belas criaturas
Noite e dia arrastando pela areia
Longos vestidos brancos de espuma
Os olhos marinhos fixos no tempo
À espreita do noivo
Que jamais virá

* * *
Glauber Ramos
Enviado por Glauber Ramos em 22/06/2006
Código do texto: T180047
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Glauber Ramos
Goiânia - Goiás - Brasil, 34 anos
97 textos (2676 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:47)
Glauber Ramos