Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou a Sobra e a Espera

cansei!
de parar,
cansei!

hoje, volto
cheio
de esperanças,
mas lá morro
na vã
tentativa
mas sem ranço!

hoje é dia de quebra,
hoje é dia de festa,
rumo meu corpo
pra ela,
que se queda
no vazio
de duas vidas,
que se foram
rodeada de belos
hortos
e flores
mais de festas
do que
- cruz em credo -
rosas de
pouca sorte!

sei lá se posso,
mas decerto,
cansei
feito homem
de bruto aço,
que se queda,
flácido,
à luz
dos sem velas!

hoje é dia comum,
pasto de feras!
homens de Zeras!
faz dela
a chegada
de
minha flor
de espera!

sou perto
e sou longe.

sou de festa,
mas não me caso
mais com
mais nenhuma
bela
que vive nelas!

se meu vôo
é longo,
passo-fundo
a gemer.

fui uma vez
pra nunca
mais ter vez.

sou a sobra
a espera,
a chegada,
e as lágrimas
que, agora,
oro.

por céus,
meio-a-meio
faz de mim
um rei
de chegada,
vestido
de carmim!

vou embora,
doce amora!
volto um dia
e você
me namora!

José Kappel
Enviado por José Kappel em 22/06/2006
Código do texto: T180091
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:10)
José Kappel