Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO PODE A VIDA!

Conta-me como pode a vida
Suprir os espaços ocos, vazios,
Equilibrar os bambos navios
Que trazem uma alma desiludida!

Conta-me como pode a vida
Suprir de gás o aéreo balão
Em que se transforma o coração
Ao ver a dolorosa partida

De alguém que deixa esta lida
Se o desespero n’alma se instala,
Mudez geral, o universo se cala,
Mas a mão do tempo alivia a ferida;

Com sua medicina desconhecida
Que intriga e faz a pessoa pensar
Que a vida é uma agulha a alinhavar
Os pedaços duma existência sofrida.

Conta-me como pode a vida...!

21/04/05.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 19/05/2005
Reeditado em 19/05/2005
Código do texto: T18011

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343298 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:17)
Maria Hilda de Jesus Alão