Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TERRA DE MINHA FACE

Terra mais alva
De sinuosos contrastes
Num momento cheio de cor
Depois pálida como o inverno

Mas veio a chuva
A cair de meus olhos
seguindo atalhos
A terra tornou-se úmida

Mas não nasceu o sol
E a flor mais bela não floresceu
O ar se perdeu na sua invisibilidade
E a árvore mais fecunda não sobreviveu

Tudo apagou-se em um instante
Como a noite sem lua
Como a sombra de meu semblante
E seca tornou-se a terra de minha face.
Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 22/06/2006
Reeditado em 16/12/2008
Código do texto: T180342
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 53 anos
1114 textos (38774 leituras)
9 áudios (367 audições)
2 e-livros (68 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:32)
Sonia de Fátima Machado Silva