Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diário Poético 12/01/05


 

 

Talvez hoje seja daqueles dias,

tecidos numa luz vã,

em que os seguem caminhos diversos

e se emprestam ao indefinido.

 

Talvez haja uma romã de gelo,

como cristal do desvelo, que ordene

 

que se façam as sombras translúcidas,

os verbos sólidos opacos

 

e se comece o fim.

 

Talvez não haja outro dia assim.

Precisamos inscrever esse poema

no nosso olhar mútuo,

talvez dizer sim.

 

Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 22/06/2006
Código do texto: T180459
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:48)
Constantino Mendes Alves