Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vela de Vento

de sincero
fui eu,
pra buscar
lá longe,
minha mulher
corrida de
fugir.

tá certo.

errei
com dois
passos
e de vela
apagada
de vento.

mas, de certo,
ela não veio.

é moça sem
disparate,
de moral
sempre perto.

fiquei eu sozinho
feito uma vespa
no vidro de cor.

e conselho dou:
nunca despreze
flor ou mulher
que sempre
te amou.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 23/06/2006
Código do texto: T180685
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26784 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:57)
José Kappel