Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EGO

 TUDO QUE ESCREVO TEM MEUS OLHOS
 ...MEUS OUVIDOS E MINHA BOCA.
 É ESCASSO DO EFÊMERO,
 DE TUDO AQUILO QUE NÃO SEJA EU.
 PASSO DIAS E NOITES NESTE QUARTO
 E ME DESFAÇO EM PALAVRAS
 QUE PREENCHEM O VAZIO DAS FOLHAS BRANCAS.
 MEU VAZIO.
 NÃO POSSO FALAR DA FLOR QUE LHE DARIA
 SE VOCÊ EXISTISSE.
 MEU OLHAR NÃO ATINGE O JARDIM.
 HÁ TRANCAS EM MINHA JANELA,
 POR ISSO DESCONHEÇO O MUNDO.
 FICO A OUVIR OS SEGREDOS DAS PAREDES NUAS.
 MAS NÃO OUSO DESCREVÊ-LOS.
 EU SOU IMPORTANTE- APENAS EU.
 HOJE ELAS ESTÃO SILENCIOSAS.
 E ME SINTO MAIS SÓ.
 NO ENTANTO SOU FELIZ.
 NUNCA ESCREVI A FELICIDADE,
 MAS TENHO ESTA CERTEZA.
 DE QUANDO EM QUANDO MINHA ALMA SORRI.
   
pedro amaro
Enviado por pedro amaro em 23/06/2006
Código do texto: T180756
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedro amaro
Barra do Piraí - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
35 textos (1174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:17)
pedro amaro