Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TROVAS-29

Meu desejo de viver
está na luz do teu olhar;
a vontade de querer
faz na vida mais te amar.

Nunca procure antever
um desejo que não vem;
a não ser que está você
desenganado também.

Por muito tempo me vi
me olhando no teu olhar;
agora acordado quis
nos meus olhos reparar.

Amanhecendo sonhei
que estavas perto de mim;
tal desespero me fez
cair da cama e sumir.

Mulher bonita só é igual
a santo de procissão;
“um batalhão divinal
seguindo o andor e a canção”.

Barquinho branco, veloz
veleiro pra lá e pra cá;
navegando em chuva e sóis
qual patinho a velejar.

O céu é o espaço infinito
em que as galáxias estão;
em cada ponto perdido
um brilho na escuridão.

“a mente desocupada
é o armazém do demônio;”
pinta cruzeta na estrada
com um veneno sem tamanho.

Entre os outros entrementes
mal com a vida descontente,
ganha “o pai impertinente
um filho desobediente.”
Zecar
Enviado por Zecar em 20/05/2005
Reeditado em 24/06/2016
Código do texto: T18119
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zecar
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
249 textos (20146 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:31)
Zecar