Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Já nem me lembrava mais
De que as palavras ditas
No Reino das Letras Unidas
Poderiam causar convulsão
Gerar confusão

Meras palavras...
Se juntavam
Injuriavam
Ofendiam sem ter razão
Apesar de se mostrarem eruditas
Denotavam pobreza de opinião.

Mas, eis-me aqui de volta ao Reino
Tirando a prova real
Dos sem ética e moral
Pois a cada dia que passa
Surgem mais e mais súditos
No palácio imperial.

E as palavras continuam
Travando uma guerra bestial
Como se fossem elas as donas
Do Reino Universal.

Palavras plagiadas
Poesias inacabadas
Cópias fiéis de palavras bem faladas
Disputavam na arena
Pra ver quem delas entraria em cena

Todo reino que se preza
Tem seu povo, sua reza
Têm os sábios, os arautos
Tem o povo seguidor
Do que é certo e a favor

No Reino das Letras Unidas
Não foi diferente enfim,
O povo mostrou que tem garra 
E a guerra das palavras deu um fim.

Campinas/20/06/06 15.20h
Augusta Schimidt
Enviado por Augusta Schimidt em 24/06/2006
Código do texto: T181271

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Augusta Schimidt
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
366 textos (532189 leituras)
4 e-livros (6968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:37)
Augusta Schimidt

Site do Escritor