Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU COLIBRI SONHADOR

Busco-te, através do espelho de tua alma.
Quão triste estás.
Lamento em silêncio tua prostração.

Sigo buscando em ti a chama vivaz da tua juventude,
o lume dessa chama vejo-o tênue sem vigor.
E, tu, igualmente a esse lume parece, se apagar.

Uma estranha sensação me invade e me entristece.
Em veredas obscuras caminhas.
Chamo a tua atenção, mas não me atendes.

Refugia-te nas dobras desses caminhos,
creio, que nem mesmo tu sabes onde vai dar.
Obstinado segues.

Acompanho-te de longe e em silêncio.
Rezo, choro e lamento.
Lanço-me novamente na grande busca.

Onde está?
Por que foges de mim?
Dize-me onde queres tu chegar?

Na tentativa de te reencontrar observo teus olhos,
janelas d’alma.
Tão distinto estás já quase não te reconheço meu doce encanto.

Os caminhos que tu mesmo escolheste te parecem fácil seguir. Entretanto, sabes tu a onde queres ir?
Disperso minha preocupação e me preparo para ver-te voar.

Alça então tuas asas, jamais foste cativo.
Lança-te ao encontro dos teus sonhos.
Aqui fico, e comigo a esperança...

Quem sabe um dia sintas tu vontade de ao ninho regressar.
Xô, xô meu amor.
Xô meu colibri sonhador.
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 24/06/2006
Reeditado em 28/04/2008
Código do texto: T181757

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 51 anos
476 textos (16062 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:51)
Cláudia Célia Lima do Nascimento