Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia de Bolso 38 ( Abertura )

ABERTURA


Aqui estou, completamente.
Cada sílaba do meu nome,
Cada célula do meu corpo.
Inteiro,
Posto em postas sobre a mesa.
Me delato em cada verso
Como se fossem autos.
Minha poesia,
Depoimento.
Aldo Guerra
Enviado por Aldo Guerra em 25/06/2006
Código do texto: T181986
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Guerra
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
296 textos (26095 leituras)
3 áudios (490 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:41)
Aldo Guerra