Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Juramento

Perdi-me ao achar que seria simples
Feri-me ao acariciar meu ego insano
Isolei-me ao unir-me ao desejo alheio
E matei-me ao viver o sonho dela.

Sorrindo fiz a cama do sofrimento meu
E jurando quebrei meu pacto comigo mesmo
Aliando a ela me tornei inimigo de mim
E cedendo eu quis que tudo fosse ganho.

Morri e não consigo respirar a vida
Chorei e não consigo me desabafar
Recorri e não achei recurso algum
Me rendi e não fui vencido e nem venci.

Entre a dor e a resistência
A insanidade e a consciência
Entre a tristeza e o contentamento
Incertezas e decisões, mortos e moribundos.


Alexandre Fernandes
Enviado por Alexandre Fernandes em 26/06/2006
Código do texto: T182594
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Fernandes
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
59 textos (1989 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:06)
Alexandre Fernandes