Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo (com asas)

Que ganhou o espaço sem tempo
Que livrou-se da dor, do sofrimento
E em vôo livre, dança, lança
O corpo revigorado em vida, esperança!

Foi-se o menino artista,
Que mesmo na dor, não era triste,
Pintava e encantava aqueles
Que ao seu lado arriscavam palpites

Alma de luz e verdade,
Poeta das tintas, criava a realidade
Sem limites, sem fronteiras
As telas, uma a uma, paisagens inteiras.

Amigos, ele tinha muitos!
Jovens, velhos e crianças,
Não tinha preconceitos, nem era rico,
Mas famosos e poderosos também eram seus amigos.

Foi-se num sopro de brisa
Que como bálsamo, acalma, ameniza,
A dor dos que ficaram sem o menino
Que foi pintar em outras bandas, o seu destino!
Ieda
Enviado por Ieda em 26/06/2006
Reeditado em 26/06/2006
Código do texto: T182740
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ieda
São Paulo - São Paulo - Brasil
15 textos (1254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:14)