Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETANDO A ILUSÃO DE MIM

Pensou que sou, mas não sou
Um pouco daquilo que já fui
Quero ser algo mais daquilo que fui
Não esquecendo de tudo que serei
O que eu fui já foi
Mas ainda continua sendo
Porque o ontem
Ainda está tatuado no meu pensamento
O que eu sou
É o agora
E este passa sem demora
Voltando ao ontem que deixei
O que serei
É um misto irreal
Um pouco do ontem
E essência do hoje
A incerteza do amanhã
O tempo passa depressa
Mera ilusão minha
Que iludida
Pensa ver a vida passar
Quando na real
Sou eu que passo pela vida
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 26/06/2006
Código do texto: T182863

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916709 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:40)
Denise Severgnini