Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdoa-me

Angélica T. Almstadter

Perdoa-me, se me vesti de tempestade,
Se de cinza matizei os teus olhares,
E desandei assustada na tua ansiedade
Fechando em copas teus lindos luares.

Por acréscimos, meu amor se fez acidental;
Transbordando insípido, nos cálices vazios
Bebida barata que se esgota antes do final;
Perdoa-me as nódoas marcadas a frio.

Não fui capaz dos zelos manter nos trilhos;
Sucumbi ao apelo do meu egoísmo,
Quando insana cantarolei meus estribilhos.

Perdoa-me a nota solta, o eufemismo;
A destreza dos passos tão andarilhos,
A solidão infinita do meu cepticismo.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 20/05/2005
Código do texto: T18322

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55879 leituras)
25 áudios (3275 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/02/17 11:39)
Angélica Teresa Almstadter