Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pêssego em Corda

Quanta fartura!
Bilhões de axônios
Sóbrios neurônios
Elo à política, lisura.

Quanto rebotalho!
Pisa na poça
Pende que possa
O espantalho.

Em sábias rosas
O verde se oculta
Emerge e gruda
Nas horas nossas.

Ultima a tua cara
A vangloriar teu recalque
Tangendo linhas duma rara
Uma ave qual acalque.

Pérola no jantar
Utópico a rechaçar
Indutância a estender
A genialidade a receber.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 27/06/2006
Código do texto: T183250

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34093 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:43)
Cesar Poletto

Site do Escritor