Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O QUE EU AMO EM VOCÊ

O que eu amo, em você, perdidamente,
não são os seus cabelos refulgentes
que emolduram seu rosto sedutor,
mas a nuvem que envolve todo o corpo
como etérica aura refulgente
a envolver um anjo em seu altar...

O que eu amo, em você, não são seus olhos...
mas o clarão do olhar que ilumina
a todo o ambiente em seu redor
e que ofusca até a luz do sol...

O que eu amo, em você, não são seus lábios...
mas esse entreabrir que pede beijos
como a flor cujo mel atrai abelhas...
e esse sorriso, uma chave mágica,
que abre a porta do meu coração...

O que eu amo, em você,não são seus braços,
mas as serpentes em que se transformam,
assás perigosas e sufocantes...

O que eu amo, em você, não é seu busto
e sim o ondulante palpitar
que lembra as vagas do mar em ressaca...

O que eu amo, em você, não são as pernas
e sim a sua enorme semelhança
com duas famosíssimas colunas,
chamadas de Boaz e de Jekil,
que marcam a entrada principal
desse templo sagrado que é seu corpo...
.......................................
O que eu amo, em você... ... ...
... é você!!!...






Julio Sayão
Enviado por Julio Sayão em 27/06/2006
Reeditado em 18/11/2006
Código do texto: T183339
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Sayão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 93 anos
65 textos (39425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:59)
Julio Sayão