Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resgate e salvação

“Amor! E a satiríasis sedenta,
Rugindo, enquanto as almas se confrangem,
Todas as danações sexuais que abrangem
A apolínica besta famulenta! (Augusto dos Anjos)
********************************************

Cada amor,
sua desventura,
pois uma vida
a uma outra atura
e geram-se culpas
para a contrição.

Cada pecado,
sua constrição;
pois é na dor
que ressurge
a rendenção:
resgate tardio
da alma contrita.

Nas desesperanças
somos frutos
da última essência;
junções imperfeitas
do primeiro olhar
da carne... - do sexo!
Beijos e desavenças.

Na cama isolada
de cada perdão
descansa sempre
o pecado ao lado
- indomável!
pois é na sala
dos nossos fados
que se faz a oferta:
alcova e resgate,
ao amor, salvação!
Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 27/06/2006
Código do texto: T183485
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9131 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:18)
Kal Angelus