Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aridez

ARIDEZ

Névoa,
O homem e seus passos
Poucos ecos
Estar na cidade
É estar no sertão
Solidão.

Friagem,
Abrigo no fundo de um bar
Um garçom
Estar na cidade
Não é estar no sertão
Perturbação.

No palco,
O saxofone lamenta-se
Boleros antigos.
Nas mesas,
As vozes inaudíveis
Pares estranhos.

Pesado ar
Coração árido
Veredas secas
O homem e seu vazio
Capote frio
Pensar sombrio.

O copo desce-lhe a garganta
Queimando
Rasgando
O coração sem queixas
Emudece
Mas não  se esquece.

vitória Paterna
Enviado por vitória Paterna em 28/06/2006
Código do texto: T183527
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
vitória Paterna
Santo André - São Paulo - Brasil, 63 anos
133 textos (8672 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:30)
vitória Paterna