Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não Tem Jeito

A vida pode ser simples e carregar
restolhos de cumplicidade com
o passado avelado.

Tem gente que vive assim:
- pobre de mim -ouço-os!
viajam por vigas sem sentido,
de um passado que acabou.

Não tem jeito,
acabou!

Mas teimam em revigorar à rendada,
sem que percebam que o que foi,
acabou alado!

O que acabou nunca mais tem o
mesmo princípio,
nem o mesmo fim.

Não tem volta.
Dê à meia em círculos!

Mas volta não têm.

Esquece que ela um dia
já plantou em seu jardim!

Esqueça que ela foi seu grande
amor.
Porque volta não têm!
Avante!

Use fardas e mortalhas
mas jamais peça a ela pra voltar!

Não dê este carisma azarado!

Perdeu...joga fora
Ora...ora..

Mulher tem às mil!
Mas...mas... - de inteiro,igual a ela,
não tem não senhor,
não senhor...

Se morda, vá sonhar
e que no rosto dela só esbanja cor!

Mas volta não tem nem para olhar!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 28/06/2006
Código do texto: T183598
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:46)
José Kappel