Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOLORIDA

lisieux

Dói tanto, amor,
a dor dessa saudade
me invade a alma
a angústia de te ver
e sem conter
a ânsia do meu peito
dou-me o direito
de chorar por ti...
E choro tanto
e o pranto é tão dorido
o colorido
da vida ele desbota
não mais comporta
o olhar, as minhas lágrimas...
E eu padeço tanto!
De verdade!
Não há maldade maior
que a tua ausência
não há demência
maior que essa saudade!

SBC - 02.04.05
lisieux
Enviado por lisieux em 20/05/2005
Código do texto: T18360
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:48)
lisieux