Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DELICADEZAS

lisieux

Quero canteiros de miosótis delicados e azuis
Não a força amarelo-ouro dos girassóis
Quero notas sustenidas e bemóis
Não o som dos dós e fás, tão guturais
Eu quero a brisa das manhãs nos cafezais...

Eu quero as cores delicadas do arco-íris
Não explosões de cores fortes do verão
Quero as estradas silenciosas, cerração,
Quero o sereno dessas noites outonais

Ver as montanhas, horizontes das Gerais
Não praias quentes, nem areias escaldantes
Apenas breves lapsos, instantes
De suavidade e de emoções leves e lindas

Apenas quero primaveras, borboletas,
Doces trinados em campinas verdejantes
Não quero mares, mas lagoas transparentes
Quero meu nome sussurrado por teus lábios
Quero cantigas, quero teus conselhos sábios
Quero viver nos braços teus, eternamente.

SBC – 31.03.05
17h30m
lisieux
Enviado por lisieux em 20/05/2005
Código do texto: T18361
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:32)
lisieux