Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos Olhos do Poeta

                                               
O poeta é passageiro de seus olhos,
eterno viajante no olhar,
e mora na estrada onde segue
partindo sem saber onde chegar...

Nos olhos do poeta o universo
transita por avessa trajetória...
O mundo se compõe sempre in-verso
porque se faz de dentro para fora.

Por isto o poeta tem visagens,
são várias as visões que ele traduz
e tanto se encanta na paisagem
que, às vezes, os seus olhos choram luz.

O poeta é viajante das auroras.
Hospeda-se clandestino no arrebol.
E mesmo sem sair de onde mora
navega qual se fosse girassol...

Gravita por galáxias, oceanos
pois tem o céu no mar e o mar no céu.
Inventa itinerários pelo tempo,
marujo nos seus barcos de papel.

Aos olhos do poeta um anjo encena
o que não se traduz e não se grava
porque ao seu olhar o caos se ordena
e o homem se eterniza na palavra.


 
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 28/06/2006
Código do texto: T183808

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83370 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:59)
Vaine Darde