Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Metamorfose do Meu Ser

Metamorfose do Meu SEr

Um dia fiz um poema,
sem saber que seria chamada poeta!
Escrevi! Tirei sangue da minha pena
e do meu coração.
Me transformei,
me fiz dor ,
me fiz Amor!
Amei!

Ilusões de poeta,
noites mingüadas,
incertezas abaladas,
do que não podia ser!

Transmutei-me em crisálida,
tornei-me ostra sem pérola,
agonia sem nada!

Quanto mais procurava,
menos te achava!
Coração ao léu,
errante,
amante,
enternecido
querido!

Ah! O Amor!
Como sofri,
padeci,
orei!..
Não vieste!
Sozinha fiquei.

Quanto mais te procurava
menos te achava.
Saí de mim,
para te encontrar.

De repente,
Metamorfose do meu Ser,
apareceste,
deste-me vida
calor!
Beijaste-me os olhos cansados
e consegui sair do casulo
em que me encontrava!
Foste a minha Metamorfose,
te transformaste
no meu
Amor!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 20/05/2005
Código do texto: T18391

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:25)
Poeta Amor