Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atraso involuntário

Atraso involuntário
===============ErdoBastos

Vesti minha camisa mais bonita
Peguei meu agogô e o teu ganzá
Tomei mais um gole da “bendita”
E fui pra avenida te encontrar

Na rua, vejo o bloco da saudade
Na hora que eu pisava no asfalto
Deixei a porta aberta, pra saudade entrar
E o passado, veio e fez o assalto

Gritou: “Mãos ao alto!”
E eu obedeci
Entreguei o coração que ele pedia
Foi por isto, que eu não cheguei aí

Desculpa meu bem
Eu sei que é um horror
A gente esperar
Por quem não vem

Acontece que não dá
Pra se segurar
Num assalto, o samba pede
E a gente dá



ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 29/06/2006
Código do texto: T184200

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36903 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:49)
ErdoBastos