Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS COISAS LEVES

lisieux

As coisas mais leves
são as que a forte aragem
não carrega:

Um afago no rosto
nas horas mortas do dia...
A letra de um antigo bolero
dançado de rosto colado,
olhos nos olhos,
em longínqüas primaveras...
Versos dispersos
nas folhas dos cadernos...

Como dizia Quintana,
as coisas mais leves
não as leva o vento
nem o verbo
nem o verso
ou o reverso
da memória.

Elas ficam com o cheiro
em nossa pele...
em nosso pêlo,
em nossa história...

BH - 11.12.04
lisieux
Enviado por lisieux em 21/05/2005
Código do texto: T18421
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:33)
lisieux