Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhor das Dores

Vez da arte, vez da pólvora
hora da senhor,
bendita seja nossa rainha!

Ela é de arte e se veste comum,
tem figura amena e doce;
é fruto de alguma paz perdida,
é gene de amor descoberto.

E se a encontrar, e se sair
de meus sonhos e cair em
meu corpo de alforje e guerreiro,
ganho a torre, o rei e as
sentinelas.

Seu nome é Maria
mas é conhecida
como dona de amores,
que jamais algum homem
provou.

Santa pois,suponho,
pode ser,e que seja!
Mas ela é viva!
Mas ela,cada dia,
fica mais distante!

E,se no acaso,a achar,
indique meu caminho:
Meu nome é José!
Também senhor das dores!
Trunfo da melancolia!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 29/06/2006
Código do texto: T184231
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26780 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:30)
José Kappel