Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***VIGÍLIA***



Tudo vejo calada
Sem dobras, vincos ou laços
Nada determino no meio
Não navego nas espumas
Não salgo a boca amarga
Nem encharco os pelos
Nos cravados dedos do desejo
Vou somente no sopro do vento
Nos lábios da manhã
Que se opõe à tarde
Vigilante do porto
Espero o sol que nasce
Na prometida aurora
 
Agora, estou aqui na vigília
Prisioneira da noite
Enquanto você dorme...

Nikitita... a poetinha de Niterói

Angela Oliveira
Enviado por Angela Oliveira em 29/06/2006
Código do texto: T184387
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angela Oliveira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
315 textos (6333 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:45)
Angela Oliveira