Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mexilhões & Sangria!

O som era dark, boa batida, rasgada,
Lembrei a bela Catherine, “Fome de Viver”,
A levada do começo, uma outra música,
Outro vôo rasante dos morcegos,
Soltei um uivo lancinante & rouco,
A Lua olhou assustada, nau no Porto,
Um clássico grito no ranger da corrente,
Até a luz ficou mais opaca, “Ave de Pedra”,
Flores malditas arrancadas na raiva,
Outro uivo para marcar terreno,
O gozo pálido tornou-se ávido, intenso,
Dois espirros para aliviar a alma,
Todos os desaforos ficaram enterrados,
Vazante no brilho do olhar tão triste,
A gota balança pela face & mistura,
Pediu mais vida, se perdeu na eternidade,
Só agradeceu quando chegou ao fim,
E tudo o que tinha, de nada valia!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 29/06/2006
Código do texto: T184450
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:04)
Peixão