Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DURAS PENAS

AS DURAS PENAS APRENDI
QUE NA DOR TAMBÉM SE PODE SORRIR
QUE NÃO É VERDADE QUE ALGUMAS VEZES É PRECISO MENTIR
QUE A MENTIRA É MUITO TRISTE, E MACHUCA O CORAÇÃO
QUE POR TRAZ DO SORRIR SE ESCONDE A SOLIDÃO

APRENDI QUE, AS VEZES, SOLIDÃO É BOM PRA ALMA
QUE AS LÁGRIMAS AS DORES ACALMA
NEM TODA LÁGRIMA É DE TRISTEZA
QUE NA TRISTEZA EXISTE BELEZA

NEM TODO CANTO É DE ALEGRIA
E NEM TODA ALEGRIA É VERDADEIRA
QUE A SINCERIDADE SE FAZ NECESSÁRIA

MAS NEM SEMPRE É NECESSÁRIO SOFRER
QUE É PRECISO TER ESPERANÇA
PARA QUE SE POSSA VIVER.

Aurinete Alencar
Enviado por Aurinete Alencar em 29/06/2006
Reeditado em 14/01/2008
Código do texto: T184594
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aurinete Alencar
Campina Grande - Paraíba - Brasil
72 textos (6171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:43)
Aurinete Alencar