Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imagem: Arte Mara Pontes

QUEM VAI OUVIR ?
Marlene Constantino

Se eu disser que saída já não tenho
que para caminhar faltam-me os passos
Que para voar faltam-me as asas
Se eu disser que o tempo voa no espaço
levando o que me resta ainda viver

Se disser que a esperança vai à mingua
que ja me faltam o sentido, a direção
Se eu disser que de você choro a falta
Que meus caminhos perdem-se de vazios

Se disser que morro entre sorrisos,
que mostro-te a alegria enquanto choro
que faço-te companhia nesta solidão
quero-te em meus braços, sem mesmo têr-te.

Traga-me a alma para este corpo cigano
porque ele ja não tem porto...

Quem vai ouvir-me a voz neste gemido,
se de ti, quem mal conheço sinto saudades,
posso dizer-te o que digo agora, por não dito,
se elevo minha poesia para o infinito
e não te alcança...
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 29/06/2006
Reeditado em 06/11/2016
Código do texto: T184733
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marlene Constantino
São Paulo - São Paulo - Brasil
484 textos (15210 leituras)
42 áudios (3641 audições)
1 e-livros (45 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:28)
Marlene Constantino

Site do Escritor