Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSANTE

um belo dia,
a mulher amada resolveu ir ao distante
como uma passante
em busca das coisas mais feias
perdidas de mim.

tristes,
seus olhos que só que enxergavam belos dias
e madrugadas coloridas,
enlutados por um mar em torno da íris-ilha
chorou aos pingos em cada volta
que me viu tão sozinho qual um cachorro magrinho.

em pânico,
sua voz cansada de respirar o boca-a-boca
do meu hálito,
aos gritos me leva para longe
dos meus “eus” quase esquecidinhos:
egoístas, passionais, machistas e muito porrentos!

e, mesmo assim,
a mulher amada resolveu vir do distante
como uma passante
à procura das coisas mais lindas
perdidas de mim.

Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 29/06/2006
Código do texto: T184746
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19518 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:51)
Djalma Filho