Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FLOR CHAMADA AMOR.

Cultiva o amor.
Igual uma flor enfeita e encanta.
Se tu queres bem aproveitá-lo não te descuides.
Aos frágeis canteiros, onde essa delicada e perfumosa flor.
Gemina e floresce, dedica cuidado constante.
Aduba-lhe com alegria e supre-lhe de dedicação.

Tem minucioso tato ao cultivo dessa flor chamada, amor.
Rega-lhe atenção diária sem lhe sufocar o desenvolver.
Ofertando-lhe espaço veras quão cativa pode ser.
Tu não sejas um tirano nos momentos da poda.
Jamais te esqueças à delicadeza, assim no transcorrer:
Verás o transformar dessa flor tão singular.

Essa flor rara cativante.
De perfume doce e inebriante tende às raízes profundas,
Porém, não menosprezes sua fragilidade.
Fertiliza então com afeto intenso o vaso coração.
Assim farás brotar nesse solo terno a mais bela floração.
Garantida será a colheita farta de devotamento e carinho.

Não percas, a semente dessa maravilhosa flor chamada Amor.
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Enviado por Cláudia Célia Lima do Nascimento em 30/06/2006
Reeditado em 23/03/2007
Código do texto: T185061

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Célia Lima do Nascimento
Luziânia - Goiás - Brasil, 51 anos
476 textos (16066 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:43)
Cláudia Célia Lima do Nascimento