Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CINZAS

lisieux

Cinzas só me ficaram sobre a cama,
quentes dessa voragem de desejo...
e hoje, sem o gosto do teu beijo,
a minha boca, ávida, te chama...

Porém só cinzas tenho hoje aqui;
Apenas o borralho da saudade.
As brasas se apagaram e a idade
lembra-me sempre tudo o que perdi.

Saudade do calor do teu abraço,
saudade do aconchego do teu peito,
que costumava ser refúgio e porto...

Saudade de ficar no teu regaço...
Mas hoje tenho cinzas no meu leito,
cinzas somente, de um passado morto.

BH - 06.03.03
lisieux
Enviado por lisieux em 21/05/2005
Código do texto: T18573
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:53)
lisieux