Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE (S) PROPÓSITO

lisieux

Não “poetizei” o 11 de setembro.
Não foi covardia.
É que ,olhando em volta,
dá revolta:
Balas perdidas,
fome, favela...
Desemprego,
desgoverno,
corrupção...

Violência banalizada
e a miséria, desprezada.
A dor do outro
perdeu a importância
e a ganância
escala ao pico,
pisando sobre todos...

Não “poetizei” o 11 de setembro.
Mas, me lembro...
Lembro o vizinho doente,
lembro o pai sem emprego
a prole sem leite,
o menino com frio
a poluição do rio...

E neste desvario
não posso “cantar” um fato isolado -
dói mais em mim, a dor aqui do lado -.

Não “poemitei” o 11 de setembro...
Aqui tem mais escombro.

E eu só quero lembrar, com a minha poesia,
que o 11 de setembro acontece
                                       todo dia!
BH - 11.09.03
lisieux
Enviado por lisieux em 21/05/2005
Código do texto: T18590
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:50)
lisieux