Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEPOIS DE TI

lisieux

Depois de ti, pra que saber do tempo?
Sem  ter-te aqui, pra que constelações?
Para que servem as ruas e os caminhos
E a lua a brilhar, no firmamento?

Pra que sinal de trânsito, guarda, apito?
Depois de ti pra que mil orações,
Onde está deus, em quem desacredito,
De que me servem rezas, procissões?

Depois de ti, pra que saber cantar
Bailar ao som de valsas,  violões
Em acordes, serenatas ao luar
Bater de taças... onde, as razões?

Depois de ti, pra que ler o jornal?
Se temos mil motivos ou senões?
Que importa se é finados, carnaval,
Se existem mesmo fadas e dragões?

Depois de ti, pra que juntar papéis
Cheios de pontos de interrrogações?
Pra que chorar as perdas dos anéis
As marcas do passado, ingratidões?

Depois de ti pra que saber segredos
Ou aprender secretas alquimias?
Pra que vestir estranhas fantasias
E mascarar os entranhados medos?

Depois de ti, perdi-me em meus rincões...
Pra que tirar poeira, varriduras,
Pra que tocar antigas partituras
Se só sobraram teias nos porões?

BH 29.10.03 - 13h00m
lisieux
Enviado por lisieux em 21/05/2005
Código do texto: T18592
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:29)
lisieux