Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROSTRADO NA DOR

PROSTRADO NA DOR

Misturando palavras fiz poesia
O torpor do sono, adormecer-me-ia
Passando a noite, alcancei o dia
Prostrado em minha melancolia

Incertos pensamentos nebulosos
Que como aves piam o agouro
Alta noite em sonhos tormentosos
Até que o enleio foi vindouro

São Paulo 12/12/2004
Armando A. C. Garcia
Armando Augusto Coelho Garcia
Enviado por Armando Augusto Coelho Garcia em 02/07/2006
Código do texto: T186065
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Armando Augusto Coelho Garcia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 79 anos
656 textos (25588 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:47)