Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAI A NOITE

Gigante sobre o planeta a deitar
Silencia uma escuridão tenebrosa
Recobre a cidade a ocultar
Lutas contínuas, perigosas

Repousa corações adormecidos
Momentos de disfarce dolorido
Para noutro dia enlouquecido
Reiniciar outro momento retido

Com seu manto enegrecido
Serve de lençol ao bandido
Que repousa no banco ferido
Sendo seu lar escolhido

Noite de sono tranqüilo
Para quem a sorte escolheu
Ou do fatídico destino
Que a noite o recolheu

Noite sobre prédio a desfilar
Vendo ao longe, estrelas ofuscar
Luzes nos postes a piscar
No emaranhado de fios a brilhar

Noite de serenatas distantes
Do trovador a poetar
Dedicado aos amantes
Com o violão a tocar
Sonia Nogueira
Enviado por Sonia Nogueira em 02/07/2006
Reeditado em 09/07/2006
Código do texto: T186255

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia Nogueira
Fortaleza - Ceará - Brasil
2327 textos (124316 leituras)
9 e-livros (530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:41)
Sonia Nogueira

Site do Escritor