Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verdume da alma

Afogo-me em palavras de agonia enquanto minha alma amadurece entre as folhagens verdes da ilusão...! (Kal Angelus)

**************************************

Minha alma

Presa está nesta minha existência
de uma outra vida esquecida;
luz do instante negrume
da minha ternura
mal vestida...

Minha alma

Presa está nesta minha moldura carnal
condenada às grades do supérfluo;
negrume sob a luz
da maquiagem
desmentida...

O belo

É belo aos olhos vendados;
mas o sôfrego é sempre dorido
à alma em contradição...

A alma

É o retrato de crenças e nuances
consumindo-se nas  palavras
de gozo e aflição...

Minha alma

Amadurece entre as verdes folhagens
de ilusão...
Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 02/07/2006
Reeditado em 02/07/2006
Código do texto: T186365
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9131 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:05)
Kal Angelus