Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reconstrução a sua maneira.

Faz meu verso poeta,
No veludo que cobre a dor.
Desenha em suas palavras
Meu coração espinhado.
Dá luz aos olhos meus
E sonho ao que morreu.
Põe rima em minha boca,
Métrica em meus pés.
Licença poética para amar,
Loucura para divagar.
Ah meu poeta faz chover
Certas coisas em meu corpo,
Acenda a tônica do meu desejo.
Cria lugares para eu morar,
Outros para um tempo eu ficar.
Mata minha sede, celebra meu riso.
Faz meu hino de amor
Na pele da sua sintaxe.
Desmancha a forma,
Inventa uma nova.
Faz meu verso em sua voz,
Faz meu verso em seu suor,
Faz meu verso no inverso do desamor.
Faz poeta, que volto a sorrir,
Caso saiba meu ser colorir.
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 21/05/2005
Código do texto: T18644
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:30)
Eliane Alcântara