Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só nós dois.

Chegue de mansinho que meu coração
Aguarda o instante em que desperte meu sorriso
E aguce meus sentidos.
Nos tome a vida como exemplo
Do amor que é paixão e desejo em mistério,
Mesmo que não sejamos donos do tempo.
Deite meu corpo em suas mãos
Entre os gemidos sufocados e os arrepios
De seus lábios em minha pele suada
Ansiando por mais.
Abrace forte que seus braços aliviam o fado
Na cabeceira das cascatas que nos revelam dor
Quando distantes nos falta o céu.
Esqueça o que procura ao deitar seu corpo no meu
E  encontre somente amor demais.
Não questione o que nos acontece,
Não murmure realidade
Nas paredes de nossa fusão.
Venha sem culpa, sem medo do amanhã,
Que não vivo sem seu tremor,
Sem seu tesão que prolifera no meu.
Preeminente desfecho de sereno
Em meus olhos quando parte,
Mas com luzes que nos seguem sedentas
Ao retornar de mansinho para nosso ninho
Com uma vontade sempre maior
De amar mais e demais, sem culpas,
Nem desculpas...
Chegue de mansinho onde só cabemos nós dois...
Eliane Alcântara
Enviado por Eliane Alcântara em 21/05/2005
Código do texto: T18651
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliane Alcântara
Lajinha - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
177 textos (8649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:20)
Eliane Alcântara