Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Casca de Baú

Amor de ensaio,
amor sem ordens,
sem plantão,
só de soslaio.

Vivo de duplas,assim,
você lá, eu me perco aqui!

Mas não consegue passar:
vira ontem,vira hoje,
é tudo cisma igual
e ela não sai de meu andar!

Ser rei de si mesmo
tem lá suas presenças,
mas, no fundo,bem do
amorfo casco do baú.
só vive a saudade!

E pior prá nós dois,digo que
tento:
mas o mundo tornou-se sem cor,
barroco, sem frutas e
tudo caminha muito lento!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 03/07/2006
Código do texto: T186581
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26777 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:36)
José Kappel