Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DECEPÇÃO

lisieux

Estava ali, tão bonita,
chapéu com laço de fita,
no cabelo arrumadinho.
sapatinho engraxado
e um broche novo, pregado
na gola do vestidinho.

Fiquei ali, bem faceira,
tal qual flor de laranjeira,
debruçada na janela...
esperando tu passares
e um beijo me jogares,
de uma forma bem singela...

Esperei a tarde inteira
e pedi à padroeira
que te mandasse pra mim.
Fis novena, fiz promessa,
de nunca mais perder missa,
de ser boa moça, enfim...

Mas o dia escureceu
o sol, lá no céu, morreu
e tu não me apareceste.
E a minha lágrima, quente,
desceu pelo meu decote,
deságüou, que nem nascente...

Despi o lindo vestido,
vesti um preto e comprido
chapéu por véu eu troquei...
e jurei à padroeira:
que vou é tornar-me freira.
Nunca mais te esperarei!

BH - 19.11.03

(Inspirado em "Vem cá", de Lêda Mello)
lisieux
Enviado por lisieux em 21/05/2005
Código do texto: T18673
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:26)
lisieux