Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VÍCIO

Nos meus tempos de criança
— Que não voltam nunca mais! —
Ouvi uma história que jamais
Saiu-me um dia da lembrança.

Uma “visão” apareceu, um dia,
A um menino viciado e logo disse:
—Você tem três alternativas a tomar
Enquanto eu fico a vigiar...
Escolha com calma, sem fazer burrice,
O que você acha melhor caminho:
Mata seu pai, esbofeteia a sua mãe
Ou toma um copo de vinho.

O menino tomado de espanto,
Nem pensou muito... logo escolheu:
Sua mãe, uma deusa; o pai, um santo;
Preferiu tomar o vinho.
Pegou o copo e bebeu.

A “visão” deu sonora gargalhada,
A sorte estava lançada.
Era questão de espera que o vinho subisse.
Depois... já embriagado, o vil menino,
Tendo nos olhos um brilhar felino,
Cometeu a mais louca sandice.

Esquecendo o amor filial e eterno,
Matou o pai... esbofeteou a mãe
E foi correndo às vastidões do inferno.

Moral da história:
O vício é a mais hedionda perversão
Que, de todos os tempos, tem-se na memória!!
Lucan
Enviado por Lucan em 03/07/2006
Código do texto: T186975
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86947 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:39)
Lucan