Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Muito amor

(sem a letra E)
lisieux
 
A cada dia mais amor por ti
habita o peito, transborda o coração
mas não canto o amor, pois já carpi
amarguras, mil angústias, solidão...
 
Não há como mudar: morro por ti
sonho o antigo sonho do passado
no sonho, tua alma , cá do lado
caminha... não aparta o amor daqui.
 
Canto à lua fria, lua branca
nos olhos lágrima tão fria como a lua
não há como lançar no ar o canto
 
ilhada fico só, não há paixão.
Não há consolo para a ingratidão
não há como parar tamanho pranto
 
BH - 22.01.04
lisieux
Enviado por lisieux em 21/05/2005
Reeditado em 28/08/2005
Código do texto: T18700
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:09)
lisieux