Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIBRAÇÕES


    A mão que traça a vida é senhora impune,
    não vê nem ouve à voz dos corações;
    e, sendo assim, o meu não está imune,
    é a carne sujeita às vibrações.
    O amor é um ouro bruto e eterno,
    é a cor e a sensação da luz;
    faísca incandescente, latejante,
    véu do luar que ao céu conduz;
    quindim que dança na boca da gente,
    desejo que em você eu pus.
    Ai, eu juro que não minto,
    o que eu te sinto é o mesmo fogo que em você seduz.

    Não compete a um mortal tecer juízos
    sobre as versões da vida, sua insensatez;
    quem dera eu ter a glória, ao menos pouca,
    da louca harmonia que Deus fez.
    Zanza no ventre a chama eterna,
    teus olhos cozinhando os meus;
    a esponja dos teus pelos nos meus pelos,
    o universo agora és tu e eu;
    cadê meu guia, a minha estrela, o dia?,
    meu tino vaga a êsmo no breu.
    Ai, eu juro que não minto,
    o que te sinto é o prazer de viver que você me deu.
Tony Guedes
Enviado por Tony Guedes em 04/07/2006
Código do texto: T187331
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tony Guedes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 47 anos
71 textos (2505 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:54)