Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sou montanha solitária


Tomei o pincel,
A paleta e a tinta,
E fui para a tela da vida pintar.

Mas como sempre
Arranquei minhas dúvidas:
O que fazer? O que desenhar?

E toma o lápis
Rascunho a fazer,
Um risco prá cá,
E outro prá lá.

Depois com pincel,
Um pouco de tinta
Na tela vazia,
À  esparramar.

Surgiu a montanha
Entrei dentro dela,
Era minha vida
Na tela à pintar.

Montanha solitária
É isso o que sou,
Não tenho amigos
Não tenho amor.

Vago no tempo
Do tempo de ontem,
E pro hoje do tempo
Eu nunca vou.

Queria pintar
Alguém em mim,
Uma flor de ardor
Até sem beleza,
Mas forte de raça,
Valente que seja.

Pois prá sobreviver
Em minha árida terra,
Só flor corajosa
Sem medo de sofrer.
Sem de vida o tempo,
E que seja também
Do tempo do vento,
Do ontem, já além.
Maria
Enviado por Maria em 05/07/2006
Código do texto: T187895
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4549 textos (185891 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:53)
Maria

Site do Escritor